top of page
Banner_Blog MP.png

Blog

Como escolher a melhor região corporativa de São Paulo

São Paulo, um dos principais polos econômicos do Brasil, oferece uma variedade de regiões corporativas de alto padrão para empresas que desejam estabelecer sua marca presencialmente.



Escolher o novo endereço para alugar nas regiões corporativas de São Paulo, pode não ser uma tarefa fácil, isso porque diferentes aspectos precisam ser levantados em uma análise inicial, tais como, localização estratégica, oferta de serviços, infraestrutura do imóvel, acabamento da laje e necessidade de um turn key, oferta de transporte público e vias de acesso, se há concorrentes próximas e parceiros estratégicos no entorno e as amenidades no próprio empreendimento.


Além disso, é imprescindível uma análise minuciosa do fluxo de pessoas da empresa ao escritório, com base em seu modelo de trabalho adotado, por exemplo se é híbrido ou 100% presencial.



Outro aspecto importante é mapear as oportunidades por região, verificar o preço pedido, custos de CAPEX e OPEX envolvidos, condições comerciais e benefícios como carência ou descontos na hora de negociar. É preciso que estes itens sejam contemplados não somente a curto prazo, mas visando a longo prazo os benefícios financeiros para a empresa e de valor percebido como o bem-estar ao colaborador.


Separamos algumas regiões corporativas mais procuradas em São Paulo para auxiliar nesta etapa. São elas:



Alphaville


Alphaville é uma região considerada fora do centro de São Paulo, conhecida por seus condomínios residenciais e corporativos. O local oferece uma infraestrutura completa, incluindo segurança, serviços e comodidades no entorno da maioria dos edifícios corporativos. No entanto, estar localizado em Alphaville pode significar estar distante do centro de São Paulo com restrição de algumas opções de transporte público. A sua vantagem é, ainda, os preços mais competitivos por metro quadrado, variando de R$ 34 a R$ 45,00, sendo ideal para empresas que não possuem idas frequentes ao escritório, ou que possuem muitos colaboradores morando em outros locais.


A região possui uma taxa de vacância em torno de 29%, um estoque disponível 1.201.025.81 m² e novo estoque de empreendimentos A+/A de 175.338.56 m², permitindo que a análise envolva mais opções e oportunidades com ótimo custo benefício.



Avenida Paulista


A Avenida Paulista é reconhecida como um dos endereços mais prestigiados para empresas, por estar no maior polo financeiro e corporativo de São Paulo. Lar de grandes corporações, instituições financeiras e consulados, essa via icônica oferece excelente acessibilidade por meio de transporte público, como metrô, ônibus e ciclofaixas.


Além disso, a região conta com uma ampla variedade de restaurantes, lojas, centros culturais e hospitais, proporcionando comodidade e variedade aos seus ocupantes. É um bairro interessante para empresas que voltaram de forma ativa ao escritório e que possuem colaboradores, em sua maioria, próximos ao local, já que também pode ser desafiador por haver muito trânsito.


É importante observar que os imóveis nessa região são mais antigos e tendem a ter preços mais altos, variando entre R$ 70,00 e R$ 100,00 por m². Atualmente, a taxa de vacância é de 24%, com um estoque disponível de 1.156.483.93 m² e um novo estoque de 30.905.92 m².


Barra Funda


A Barra Funda é uma região em desenvolvimento, com um mix de empresas e espaços industriais. Ela possui boa conectividade de transporte público e está próxima ao centro da cidade, oferece infraestrutura diversa no entorno da maioria dos edifícios corporativos. Os preços dos imóveis na Barra Funda tendem a ser mais acessíveis em comparação com outras áreas mais consolidadas de São Paulo, variando entre R$ 49,00 e R$ 68,00 m², é uma excelente região para quem busca espaços menores. A taxa de vacância de 41% diz respeito aos empreendimentos A/A+ e B. Seu estoque disponível é de 634.096.63 m² e um novo estoque de 15.336 m². Ou seja, por possuir alta disponibilidade, é uma região que facilita as negociações.



Berrini


A região da Berrini é um importante polo empresarial de São Paulo, com uma forte presença de empresas multinacionais e escritórios corporativos. Os preços dos imóveis comerciais na Berrini são mais elevados, variando de R$ 51,00 a R$ 84,00 por m², por ser considerada uma das regiões corporativas mais consolidadas, com edifícios de alto padrão


Ideal para empresas que buscam consolidar a sua marca, em locais premium e com boa localização, porém é um bairro mais difícil de obter condições comerciais mais atrativas. A região conta com boas opções de transporte público, além de uma ampla oferta de restaurantes e hotéis. Com um estoque de imóveis A/A+ e B disponível de 806.002.86 m² e um novo estoque de 11.440.44 m² - apenas de imóveis A/A+, sua taxa de vacância gira em torno de 23%.



Chácara Santo Antônio


A Chácara Santo Antônio é uma região em constante crescimento, beneficiada pelo projeto da prefeitura que ligou o bairro à Avenida João Dias e à Berrini, abrigando uma diversidade de empresas e escritórios comerciais e estoque recentemente entregue. Os preços dos imóveis comerciais nessa região são mais acessíveis, variando de R$ 47,00 a R$ 50,00 por m², o que a torna uma região de excelente custo benefício quando se analisa seu local e preço pedido. A área possui boas opções de transporte público, mas não é tão centralizada, está próxima a shoppings e parques, oferecendo comodidades adicionais para os funcionários. Com uma taxa de vacância 30%, a região conta com 400.240.66 m² de estoque disponível e um novo estoque de imóveis A/A+ de 178.995.5 m².




Faria Lima/Nova Faria Lima


A Avenida Faria Lima é amplamente reconhecida como um polo financeiro em São Paulo, atraindo empresas dos setores financeiro, tecnológico e de consultoria. Essa região, é conhecida por seu alto padrão, oferece excelente acesso ao transporte público, incluindo metrô e diversas linhas de ônibus, além de uma ampla gama de serviços e comodidades, como shoppings, restaurantes requintados e hotéis de luxo. Embora os imóveis nessa região tenham preços elevados, variando de R$ 70,00 a R$ 170,00 o m², a taxa de vacância é baixa, chegando a apenas 6%, por ser a região mais buscada por empresas. O estoque disponível soma 1.564.573,22 m², com um novo estoque de 64.670,17 m², tornando as negociações menos competitivas e flexíveis.


Itaim Bibi e Cidade Jardim: O bairro do Itaim Bibi é um local movimentado que abriga empresas de diversos segmentos, enquanto a Cidade Jardim é conhecida por seus empreendimentos exclusivos e escritórios de alto padrão. Ambas as áreas têm um preço médio por metro quadrado elevado, e estão localizadas dentro da região Faria Lima/Nova Faria Lima



Vila Olímpia


Localizada próxima à Avenida Faria Lima, a Vila Olímpia é uma região consolidada, que abriga empresas de tecnologia, startups e serviços. Com opções de transporte público convenientes e uma abundância de restaurantes, bares e centros de compras e grandes shoppings centers. Além disso, os imóveis nessa área são um pouco mais acessíveis em comparação com outras regiões mencionadas, dependendo do imóvel e tipo de laje, tendo o preço por m² na faixa de R$ 65,00 e R$ 99,00. Sua taxa de vacância está em 17%, por ser um bairro muito procurado, com um estoque disponível de 625.244.92 m² e um novo estoque de imóveis de 31.750.98 m².




Ao escolher a melhor região corporativa em São Paulo, é importante considerar os preços dos imóveis, bem como os pontos positivos e negativos de cada localização. Cada região possui suas vantagens e desvantagens, e a escolha dependerá das necessidades específicas de sua empresa e seu modelo de trabalho (presencial ou híbrido).


Contar com o auxílio de profissionais especializados para auxiliar nas decisões, é essencial para atingir os objetivos de negócio e para evitar riscos na negociação a curto prazo, já que é importante estruturar uma estratégia a longo prazo. Aqui na mpre temos a missão de gerar resultados positivos para os nossos clientes, além de oferecer oportunidades imobiliárias estratégicas para cada tipo de negócio.



*Dados referentes ao período de maio de 2023.


17 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page